Conhecendo Alguns Radioamadores

Por: DIRCEU PIVATTO DA SILVA - PY3IT

DIRCEU PIVATTO DA SILVA - PY3IT

11.05.1930 - 09.01.2000

Foi membro do Conselho Regional e Diretor de Radioamadorismo da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão - LABRE/RS, quando liderou e esquematizou a série de gravações feitas sobre o Serviço de Radioamador, realizado pela TVE/RS. Realizou a exposição sobre Radioamadorismo na Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos - FDRH, da qual era Conselheiro; redigiu diversos artigos versando sobre o assunto, entre os quais ainda podemos nos recordar: O “Shack” Incrementado, inclusive apresentado em palestra no Rancho do Radioamador Gaúcho, realizado na cidade de Ijuí-RS e filmado pela Associação dos Radioamadores da SOGIPA - parceria com PY3ACC - Alberto; peça crítica sobre o combalido Radioamadorismo brasileiro e a organização dos Ranchos do Radioamador Gaúcho no Rio Grande do Sul. Também foi colaborador de revistas especializadas em Informática, escrevendo geralmente sobre o futuro dessa nova Ciência e sua influência no Radioamadorismo. Coordenou a montagem do Roteiro para Comunicados em Português e Inglês, baseado em Manual de colegas finlandeses e contando com a colaboração do então PY3OS, hoje PY3BC - Odi da Silva Melo e de PY3ZTL - TOM (KA9JYS) para a gravação das fitas de áudio (K7).

Pivatto foi Oficial Superior do nosso Exército e também Diretor da Escola Técnica Parobé, que hoje mantém uma estação de radioamador, a PY3MHZ, bastante ativa e já conhecida no cenário radioamadorístico mundial. Podemos dizer, relendo aqueles artigos escritos há cerca de 12, 15 e 18 anos atrás, que Pivatto “adivinhou” o que hoje está acontecendo nesse setor. Enfim, o Radioamadorismo perdeu um de seus extraordinários, ativos e laboriosos representantes e o GRUPO G9+ de Radioamadores uma de suas melhores cabeças pensantes e seu incansável batalhador e estimulador. Com o propósito de desenvolver o Radioamadorismo, tinha a preocupação constante de supri-lo com material didático, na medida de suas possibilidades, como modestamente afirmava, e cuja atividade achava tão desprovida de recursos materiais e de fontes de informação. Pivatto era natural de Bom Retiro do Sul-RS, onde nasceu a 11 de maio de 1930, filho de Octávio Luiz da Silva e Carola Pivatto da Silva. Faleceu a 9 de janeiro de 2000.