Conhecendo Alguns Radioamadores

Por: ELSON BIDIGARAY - PY3AEH

ELSON BIDIGARAY - PY3AEH

03.10.1921 - 24.06.2006

Elson Bidigaray, filho de Aída e Aluísio Bidigaray, nasceu em Jaguarão, Rio Grande do Sul, no dia 3 de outubro de 1921, oficial do Exército Brasileiro, foi casado com Maria de Oliveira Bidigaray, tinha três filhos, Jacira Bidigaray Sória, casada com Luiz Mar Sória, Rita de Cássia Bidigaray, advogada, solteira e Valdemiro Bidigaray, cirurgião dentista, casado com Vera da Costa Bidigaray, possuia três netos. Tinha dois irmãos: Sueli Duarte, que reside em Montenegro e Nelson Miranda Luzardo, oficial do Exército que reside na cidade de São José-SC. Elson entrou muito cedo para as fileiras do 4º. Regimento de Cavalaria de Jaguarão. Com 17 anos já era radioperador, usando o mundialmente conhecido CW. Após alguns anos foi transferido para as cidades de Porto Alegre, Quarai,  Alegrete, São Borja e Pelotas.

Durante a II Guerra Mundial foi enviado para o front, tendo embarcado em um navio de guerra no porto de Rio Grande-RS e, em alto mar, veio a contra-ordem, pois a guerra tinha chegado ao fim, retornando a sua unidade de origem. Mais tarde, já na cidade de Pelotas-RS, foi transferido para a reserva renumerada, onde exerceu seu hobby de telegrafista, passando a atuar como radioamador e recebendo o Indicativo de Chamada PY3AEH. O radioamador Elson montava os próprios aparelhos de transmissão e recepção, usando, no inicio, válvulas, isto lá pelos idos de 50 e somente mais tarde os aparelhos foram ficando mais sofisticados  e passando a ser montados através de circuitos impressos e com maior potência, chegando a usar o conhecido Delta 500. Em sua residência sempre tinha uma sala especial para que pudesse usar seus aparelhos de radioamador e com grandes antenas em cima dos telhados.

O Elson - PY3AEH, sempre participava de contestes nacionais e internacionais, usando o microfone e a telegrafia, recebendo cartões e diplomas de várias partes do mundo, confirmando sua participação e fazendo novos amigos. O radioamador Elson Bidigaray também participava de campanhas  nacionais, em grandes enchentes que ocorreram  no Rio Grande do Sul, principalmente em cidades localizadas na Zona Sul do Estado. Com mais de 40 anos de radioamador, Elson  ensinou telegrafia a muitos radioamadores gaúchos, entre eles,  Eliseu Rios Nogueira - PY3CHM, Moyses Lopes Torres - PY3MLT, Flávio Coelho, os corujas Batista e Oliveira, os saudosos Manoel Luiz Marques e Losango, além de tantos outros que ainda praticam o Radioamadorismo. Como telegrafista formou, gratuitamente, centenas de pessoas que prestaram concurso público para  as sucursais dos Correios e Telégrafos, onde se iniciaram na profissão de telegrafista. Nestes longos anos, como radioamador, Elson  Bidigaray também fez apresentações em escolas públicas, onde demonstrava seus conhecimentos em eletrônica e telegrafia para alunos e interessados. Foi sócio  fundador da Casa do Radioamador Pelotense - CRP. Faleceu em 24 de junho de 2006, no Hospital da Guarnição de Florianópolis-SC.