Conhecendo Alguns Radioamadores

Por: JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA - PY1JKO

JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA - PY1JKO

12.09.1902 - 22.08.1976

Presidente da República no período de 31.01.1956 a 31.01.1961, nasceu a 12 de setembro de 1902, em Diamantina-MG, onde estudou Humanidades no Seminário Diocesano. Órfão de pai aos três anos, educado pela mãe, professôra de primeiras letras, fêz-se telegrafista para custear seus estudos na Faculdade de Medicina de Belo Horizonte, pela qual se diplomou em 1927. Em Paris, freqüentou o curso de cirurgia do Professor Maurice Chevassu e fêz estágio, em seguida, no Hospital Charité de Berlim (1930).      Nomeado capitão-médico da Polícia Mineira, de regresso ao seu Estado, distinguiu-se como cirurgião nos hospitais de sangue, por ocasião da Revolução de 1932. Ingressou na política como secretário de Benedito Valadares, então interventor federal em Minas Gerais (1933). Foi Deputado Federal no período de 1934 a 1937, perdeu o mandato com o advento do Estado Novo, retomando a sua atividade profissional. Em 1939 foi nomeado prefeito de Belo Horizonte. Sua administração, que se prolongou até 1945, projetou o nome então desconhecido do arquiteto Oscar Niemeyer, com as obras do bairro da Pampulha.

Novamente Deputado Federal no período de 1946 a 1950. Elegeu-se governador de Minas Gerais para o período de 1951 a 1955. Sua indicação à presidência da República, logo após o suicídio de Getúlio Vargas, com o apoio do PSD e do PTB, levantou forte oposição da UDN e de certos setores militares. Mesmo depois de eleito, teve de enfrentar a batalha da posse, em meio aos acontecimentos de novembro de 1955, assumindo, afinal, o governo da República com o propósito de realizar vasto programa de metas para o desenvolvimento econômico. A 18 de abril de 1956, o presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira apresentou projeto de lei ao Congresso, criando a Comissão Urbanizadora da Nova Capital do Brasil, que foi aprovado por unanimidade, na Câmara e no Senado. A 21 de abril de 1960, transferia-se para Brasília a Capital da República. Depois de passar o governo ao seu sucessor, Jânio Quadros, elegeu-se senador por Goiás. Em 1964, indicado pela convenção nacional do PSD, para disputar novamente a Presidência, preparava-se para iniciar sua campanha quando eclodiu a Revolução de 31 de Março. Mediante ato de caráter estritamente político, o governo revolucionário cassou o mandato de Kubitschek e suspendeu seus direitos políticos por dez anos.

Remy Flores Toscano - PT2VE, amigo e médico particular do Presidente da República, Dr. Juscelino Kubitschek de Oliveira, aproveitando as condições de telegrafista do Presidente, incentivou-o a ingressar no radioamadorismo. Juscelino recebeu o Indicativo de Chamada PY1JKO. A 21 de abril de 1960, na sede da LABRE, a convite de Remy Flores Toscano - PT2VE, com a presença de Atilano de Oms Sobrinho - PY5EG, Percy Pimentel - PY5DB e outros radioamadores, o Presidente da República, Dr. Juscelino Kubitschek de Oliveira - PY1JKO, iniciou o Conteste “Brasília Ano 1”. A 27 de novembro de 1960, em reunião na residência do Presidente da República, Dr. Juscelino Kubitschek de Oliveira, foi eleita a primeira Diretoria da LABRE BRASÍLIA, sendo eleito presidente Remy Flores Toscano - PT2VE. Faleceu num acidente automobilístico, na Via Dutra, na cidade de Resende-RJ, a 22 de agosto de 1976. Em setembro de 1981 foi inaugurado, em Brasília, o “Memorial JK”, que abriga os restos mortais do ex-presidente, sua biblioteca particular, objetos pessoais e variado acervo relacionado à sua pessoa.