Conhecendo Alguns Radioamadores

Por: REMY FLORES TOSCANO - PT2VE, Ex PY3AKG

REMY FLORES TOSCANO - PT2VE, Ex PY3AKG

19.10.1914 - 09.05.2003

Gaúcho, natural de Porto Alegre, nascido a 19 de outubro de 1914, filho de Arthur de Moura Toscano e de Maria Antonieta Flores Toscano. Na época de estudante secundarista e universitário foi goleiro do Sport Club Internacional, de Porto Alegre, onde mais tarde viria a atuar como médico, cônsul e conselheiro. Também foi remador do Clube Almirante Tamandaré. Formado em 1937 pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, especializou-se em ginecologia, obstetrícia e clínica geral. Como médico, iniciou carreira em Porto Alegre. Atuou depois em Camaquã, São Luiz Gonzaga, Passo Fundo e Cacequi, onde, a partir de 1943, foi um dos idealizadores da emancipação, vereador, presidente da Câmara e construtor do Hospital São Luiz Gonzaga. Em 1954, voltou para a Capital gaúcha e exerceu a chefia do Serviço Médico do Estado pela Caixa de Aposentadoria e Pensões dos Ferroviários e Empregados do Serviço Público. Em 1958, foi convidado a assumir a Organização do Serviço Médico da instituição, em Brasília.

Foi o terceiro médico a chegar à futura Capital Federal, participando da fundação do Hospital Juscelino Kubitschek (o primeiro de Brasília), do Instituto Médico Legal e do Hospital de Base. Foi ainda médico da Guarda Especial de Brasília e da Presidência. Foi em Brasília que iniciou a medicina do trabalho. Quando da criação do INPS, hoje INSS, que congregou os institutos de pensões, assumiu sua vice-presidência. Ligado às tradições de seu Estado natal, a partir de 1959 fundou CTGs. Em 1974, criou a Estância Gaúcha do Planalto e, em 1987, o atual CTG Jayme Caetano Braum, do qual era patrão de honra. Remy era apaixonado pelo radioamadorismo. Foi Diretor Seccional da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão - LABRE-RS. Foi o pioneiro radioamador a operar de Brasília, pois em 1958, o médico Remy Flores  Toscano - PY3AKG, instalou sua estação de radioamador, um Delta 310/209 e uma antena dipolo, na Capital Federal.

Foi nomeado, em 1959, pelo então Presidente da LABRE, Cícero Barreto - PY1CQ, Delegado da LABRE, com a incumbência de organizar a entidade na nova Capital. Remy era médico particular e amigo do Presidente da República, Dr. Juscelino Kubitschek de Oliveira e, aproveitando as condições de telegrafista do Presidente, incentivou-o a tornar-se radioamador. Juscelino recebeu o Indicativo de Chamada PY1JKO. A 21 de abril de 1960, na sede da LABRE, a convite de Remy Flores Toscano  - PT2VE, com a presença de Atilano de Oms Sobrinho - PY5EG, Percy Pimentel - PY5DB e outros radioamadores, o Presidente da República, Dr. Juscelino Kubitschek de Oliveira - PY1JKO, iniciou o Conteste “BRASÍLIA ANO 1”. A 27 de novembro de 1960, em reunião na residência do Presidente da República, Dr. Juscelino Kubitschek de Oliveira, seu amigo pessoal, foi eleita a primeira diretoria da LABRE BRASÍLIA, sendo eleito presidente o Remy. Exerceu por três vezes a presidência da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão - LABRE. Na residência do Remy, no Acampamento da CAPFESP, onde hoje está a SQS 104, foi instalada a primeira sede da LABRE/BRASÍLIA.

Hoje a sede da LABRE/DF fica às margens do Lago Paranoá, zona nobre de Brasília, graças a atuações decisivas do ex-Governador do Distrito Federal, Cel. Hélio Prates da Silveira, gaúcho de São Gabriel; do Remy Flores Toscano - PT2VE; do General Léo Guedes Etchegoyen - PY3EB, ex PT2FFU; do Luiz Alfredo da Silva - PY2GIP; do Gonçalo Rafael d’Ângelo - PY2GBZ e do José George da Rocha - PY2GN. A 22 de setembro de 1988, na cidade de Natal, Rio Grande do Norte, em reunião do Conselho Federal da LABRE, recebeu a condecoração de 1º Grau, Medalha de Ouro, “por inestimáveis serviços prestados ao Radioamadorismo, à Ciência e à Humanidade”. A sala da Diretoria Executiva da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão - LABRE tem o nome de  “Sala Presidente Remy Flores Toscano”, em homenagem ao Remy pelo exemplo, entusiasmo e dedicação ao radioamadorismo brasileiro, em cerimônia onde foi descerrada a placa inaugural, dia 25 de março de 2000.

Em Sessão Extraordinária do Conselho da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão - LABRE-DF, realizada a 11 de setembro de 2001, presidida pelo seu Presidente Gustavo de Faria Franco - PT2ADM, Remy Flores Toscano - PT2VE foi empossado como Presidente de Honra do referido Conselho. Remy já era Conselheiro Permanente; esta proposta foi aprovada por unanimidade. O proponente foi o mesmo que homenageou-o anteriormente dando seu nome a sala da Diretoria Executiva da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão - LABRE, Francisco Ricardo Favilla - PT2RY. Remy Flores Toscano faleceu na madrugada do dia 9 de maio de 2003, aos 88 anos de idade, em Brasília, Distrito Federal, onde residia. Era casado com a também radioamadora Irma Perez Toscano - PT2VV e pai de Vera Maria e dos radioamadores Luiz Itibere Perez Toscano - PT2IT, Paulo Ramiro Perez Toscano - PT2PT e Remi Antônio Perez Toscano - PT2TR.