PIRACICABA SALDA UMA DÍVIDA

Por: Por Ary Mariano Costa

Padre Landell de Moura

PIRACICABA SALDA UMA DÍVIDA

Piracicaba se inscreve entre as primeiras cidades do Brasil a prestar uma justíssima homenagem a um grande vulto patrício que infelizmente permanece desconhecido pela maioria do povo brasileiro, embora tenha realizado um trabalho de investigações científicas no campo da física, particularmente em eletricidade, ou seja, nas comunicações sem fios. Se perguntarmos a qualquer cidadão quem foi o inventor do rádio, a resposta vem clara e incontestável: Guilherme Marconi. Entretanto, caros leitores, atribuiu-se a Marconi essa grande glória, mas permanece totalmente igonorado o nome do ilustre descobridor das comunicações sem fios, pelo descaso e pela cegueira das autoridades brasileiras que julgaram-no um louco pelas suas afirmações ao expor as suas avançadas teorias para a época.

As demonstrações de transmissão e recepção de sua própria voz feitas na presença de autoridades, do Embaixador da Inglaterra no Brasil, Sir. P. Lupton e de jornalistas não foram suficientes para dar esse mérito ao grande sábio, considerado pelo jornal americano “New York Herald” um verdadeiro gênio, publicando com destaque em sua edição de 12 de outubro de 1902, na sua primeira página, a patente outorgada ao nosso inventor gaúcho, Padre Roberto Landell de Moura. Jamais poderá ficar esquecido o nome do autor dessa incrível façanha realizada nos anos de 1893 e 1894, enquanto que Marconi conseguia a sua patente a 12 de setembro de 1896 e apenas em 1899, através do Canal da Mancha transmitia sua primeira mensagem telegráfica (não da voz humana).

Nos grandes compêndios, nos calendários oficiais da Radiotelefonia, da Radiotelegrafia e da Televisão falta o nome do Monsenhor Roberto Landell de Moura, ao lado de nomes de ilustres cientistas como Hertz, Volt, Ampère, Henry, Branly, Popoff, Marconi e muitos outros. Não é possível que permaneça na obscuridade esse eminente homem, que por volta de 1893, enunciava a teoria que previa o aparecimento em nossos dias do raio laser: “Todo movimento vibratório até hoje como no futuro poderá ser transmitido através de um feixe luminoso; e por esse mesmo fato poderá ser transmitido sem o concurso de outro agente”.

Existe uma verdadeira dívida a saldar pelo povo brasileiro, e justamente por isso, os radioamadores piracicabanos solicitaram ao sr. Prefeito Adilson B. Maluf a denominação de uma praça com o nome do insigne sábio Pe. Roberto Landell de Moura, patrono dos radioamadores brasileiros. E Piracicaba está pagando essa dívida através do Decreto nº 4147, de 24 de setembro de 1985, assinado pelo Prefeito em exercício, Sr. Antonio Fernandes Faganello, que denomina o logradouro localizado na Av. Independência, confluência com a Av. 31 de Março e Rua São João, Praça Padre Roberto Landell de Moura, e cuja inauguração está prevista para o dia 2 de agosto vindouro, como parte das festividades do aniversário da cidade.

Para completar a praça, tínhamos necessidade de erguer um busto do Padre Landell e para tanto, fizemos uma consulta ao grande artista plástico, pintor e escultor, o nosso conterrâneo Prof. Manoel Martho, que acaba de ser laureado com a grande Medalha de Ouro no Salão Acadêmico de Campinas, no último dia 17, com o conjunto de quadros “Última residência do Aleijadinho” e “Canto de Cozinha”. Ao inteirar-se da vida e obra do Padre Landell, mesmo residindo na longínqüa cidade de São José do Rio Preto, assumiu o compromisso, que conta com o patrocínio da Coordenadoria da Ação Cultural do Município, cujo trabalho inicial, esculpido em argila já se encontra pronto para receber a camada de gesso, para em seguida, completar a obra com cimento. Convém salientar que esse trabalho artístico Manoel Martho oferece como presente de aniversário a sua cidade natal. Desta forma Piracicaba, através de seus filhos, imortaliza o grande sábio brasileiro, Padre Roberto Landell de Moura, virtuoso sacerdote, que serviu Deus e a Ciência com invulgar inteligência e humildade infinita.

Obs.: Matéria publicada no Jornal de Piracicaba, em 25 de maio de 1986, domingo, página 25.

DECRETO Nº 4.147, DE 24 DE SETEMBRO DE 1985

(Denomina “PRAÇA PADRE ROBERTO LANDELL DE MOURA” - Patrono dos Rádios Amadores, logradouro público neste Município)

Antonio Fernandes Faganello, Prefeito, em exercício, do Município de Piracicaba, Estado de São Paulo, usando das atribuições que lhe são conferidas por lei e, de conformidade com o disposto do ítem XIX, do artigo 39, do Decreto-Lei Complementar nº 9, de 31 de dezembro de 1969,

DECRETA

Artigo 1º - Fica denominada “PRAÇA PADRE ROBERTO LANDELL DE MOURA” - Patrono dos Rádios-Amadores, o logradouro público localizado na Avenida Independência, na confluência com a Avenida 31 de Março e Rua São João, de conformidade com informações e despachos constantes do Processo nº 9786-85, desta Prefeitura.

Artigo 2º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Prefeitura do Município de Piracicaba, aos vinte e quatro dias do mes de setembro de mil novecentos e oitenta e cinco.

ANTONIO FERNANDES FAGANELLO
Prefeito Municipal em exercício
Aristides de Castro Gonçalves
Secretário Municipal de Administração
Publicado no Departamento Administrativo da Prefeitura, em vinte e quatro de setembro de mil novecentos e oitenta e cinco.
Gislene Aparecida Kalil Ruggia
Resp. p/Departamento