A LIGA DA DEFESA NACIONAL / RS

Por: Luiz Netto

A LIGA DA DEFESA NACIONAL / RS FUNDAÇÃO EDUCACIONAL E CULTURAL PADRE LANDELL DE MOURA - FEPLAM

RELATÓRIO DA TRASLADAÇÃO E INUMAÇÃO DOS RESTOS  MORTAIS
DO MONSENHOR ROBERTO LANDELL DE MOURA

HISTÓRICO

Em reunião realizada na Fundação Educacional e Cultural Padre Landell de Moura -FEPLAM, no dia 29 de junho de 2002, com a presença, entre outros, de dirigentes daquela instituição, de parentes do homenageado, Guilherme Landell de Moura e Ana Maria Landell de Moura, de Ivan Dorneles Rodrigues - PY3IDR, Alda Schlemm Niemeyer - PP5ASN, e da Professora Vânia Maria Abatte, do Grupo de Estudos Landell de Moura, o Conselheiro da FEPLAM Ruy de Paula Couto, radioamador, também membro desse Grupo de Estudos e Presidente do Conselho Consultivo da Liga da Defesa Nacional - LDN, tomando conhecimento do projeto de inumação dos restos mortais do Monsenhor Roberto Landell de Moura, a ser realizada no dia 13 de julho, às 10 horas, após missa solene a ser oficiada pelo Arcebispo Metropolitano de Porto Alegre, Dom Dadeus Grings, na Igreja Nossa Senhora do Rosário, nesta Capital, sugeriu que fosse feito o traslado solene, a urna com os restos mortais transportada em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros, que seria escoltado por cavaleiros do Movimento Tradicionalista Gaúcho - MTG e precedido por batedores da Brigada Militar. A sugestão foi aceita de imediato, cabendo ao proponente a missão de providenciar os contatos e organizar todo o cerimonial. Foi obtido total apoio da Liga da Defesa Nacional, na pessoa do Dr. Pedro Dauro de Lucena, Presidente da Diretoria Executiva, do Comando Militar do Sul - CMS, através do Gen. Bda. Vaz da Silva, Chefe do Estado-Maior, da Brigada Militar, por intermédio do Cel. Álvaro da Cruz Ferreira, 2º Vice-presidente da Liga da Defesa Nacional, e do Movimento Tradicionalista Gaúcho - MTG, pelo senhor Celso Souza Soares. Foi contatado o Padre Remídio José Bohn, Pároco da Igreja Nossa Senhora do Rosário, e com ele acertado o cerimonial da chegada da urna, que seria recepcionada na entrada da Igreja pelo Arcebispo Dom Dadeus Grings, acompanhado pelos oficiantes e conduzida até o altar.

REALIZAÇÃO DO  TRASLADO

No dia 13 de julho de 2002, às 8 horas, a urna,  com os restos mortais do Monsenhor Roberto Landell de Moura, foi entregue pelo Sr. Guilherme Landell de Moura, na porta do Cemitério da Irmandade São Miguel e Almas, da qual é ele o Provedor, para a Liga da Defesa Nacional e colocada em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros, por Escoteiros do Mar, que portavam as bandeiras do Vaticano, da Liga da Defesa Nacional e da FEPLAM. A comitiva, escoltada por cavaleiros do MTG, que conduziam bandeiras do Brasil, do Estado do Rio Grande do Sul e do Município de Porto Alegre, tendo â frente batedores da Brigada Militar, chegou, às 9h40min, à frente da Igreja Nossa Senhora do Rosário, cuja área fronteira estava isolada pela Brigada Militar. Nesse momento, a Banda Militar cedida pelo Exército executou a melodia "Conquest of Paradise", de autoria de Vangelis.

ENTRADA NA IGREJA

Desembarcados, os Escoteiros do Mar com a urna e as bandeiras, foram  conduzidos pelo Conselheiro Ruy de Paula Couto, juntamente com o Sr. Guilherme Landell de Moura e recepcionados, na entrada da Igreja, pelo Arcebispo Dom Dadeus Grings. Em seguida foi formada a Procissão da Liturgia, com as bandeiras à frente, conduzidas por integrantes do 3º Batalhão de Comunicações do Exército e Escoteiros do Mar, seguidas pelos oficiantes e o Arcebispo, a urna ladeada pelos Conselheiro Ruy de Paula Couto e Sr. Guilherme Landell de Moura, acompanhados por diversas personalidades, entre outras, o Presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, Prof. Luis Alberto Cibils, o Comandante e Oficiais do 3º Batalhão de Comunicações do Exército, Diretores da Liga da Defesa Nacional/RS, dirigentes da FEPLAM, UFRGS, representada pelo Eng. Paulo Ilaga Serafini - PY3BKT e Eng. Cláudio Fernández, Dirigentes do MTG, Erika Coester Kramer, da Alternativa Consultoria, Antônio Barros Netto, Otto Albuquerque, Cientista e Biógrafo do Monsenhor Roberto Landell de Moura, Guilherme Landell de Moura, Ana Maria Landell de Moura e Paulo Azevedo Moura, da família Landell de Moura, Vânia Maria Abatte, Professora de Bioeletrografia, Alda Schlemm Niemeyer - PP5ASN e Ivan Dorneles Rodrigues - PY3IDR, além de numerosos outros participantes do ato, a urna foi  levada até ao Altar Principal.

ENTREGA DOS  RESTOS  MORTAIS

A pedido da família e do Pároco da Igreja, Padre Remídio José Bohn, coube ao Conselheiro Ruy de Paula Couto fazer a abertura da cerimônia, ocasião em que proferiu as seguintes palavras:

"Em nome da família Landell de Moura, aqui presentes, entre outros membros da família, o sobrinho Guilherme Landell de Moura; em nome, também, da Liga da Defesa Nacional e da Fundação Educacional e Cultural Padre Landell de Moura, que neste momento represento, tenho a grande honra de fazer entrega à Igreja Nossa Ssenhora do Rosário, dos restos mortais do genial cientista, inventor do rádio, patrono dos radioamadores, brasileiro e gaúcho de Porto Alegre, Monsenhor Roberto Landell de Moura."

RECEBIMENTO DOS RESTOS MORTAIS

O Pároco Padre Remídio José Bohn tomou a palavra para acusar o recebimento dos restos mortais do Monsenhor Roberto Landell de Moura, expressando constituir grande honra e excelsa alegria para a Igreja Nossa Senhora do Rosário, passar a ser a guardiã dos restos mortais daquele que por tantos anos ali desempenhou seus trabalhos, com tanto zelo e amor.

MISSA  SOLENE

Foi oficiada pelo Arcebispo Dom Dadeus Grings, auxiliado por Dom Augusto Petró, Bispo Emérito de Uruguaiana-RS, Pe. Remídio José Bohn, Pároco, Mons. Celestino Ruben Neis, da Cúria Metropolitana, Mons. Máximo Inácio Benvegnú, Mons. Antônio Domingos Lorenzatto, Pe. Nicolau Wilibaldo Kuhn, Vigário Paroquial, e Pe. Armindo  Cattelan.

INUMAÇÃO DOS RESTOS  MORTAIS

Foi realizada ao final da missa, pelo Arcebispo Dom Dadeus Grings, ao som do Hino Nacional Brasileiro, executado pela Banda Militar do Exército, sendo a urna depositada em nicho especialmente preparado no altar lateral, junto às imagens de São José, Santa Cecília e São Roque.

Na lápide consta:

AQUI  JAZ
Mons. ROBERTO  LANDELL  DE  MOURA,
SACERDOTE E PRECURSOR DA TELECOMUNICAÇÃO
* 21-01-1861    I  28-10-1886   + 30-06-1928
FOI PÁROCO NESTA IGREJA DE 1915 - 1928
NESTE LOCAL FEZ SUAS EXPERIÊNCIAS QUE RESULTARAM
NA INVENÇÃO DO RÁDIO E OUTRAS DESCOBERTAS
PATENTEADAS NO BRASIL 09-03-1901 E NOS EUA 22-11-1904
PATENTES:   771917   11-10-1904   TRANSMISSOR DE  ONDAS
775337   22-11-1904   TELEFONE  SEM  FIO
775946   22-11-1904   TELÉGRAFO  SEM  FIO 
3279      1901 - BRASILEIRA - RIO DE JANEIRO

                     Porto  Alegre-RS, 30 de setembro de 2002

Pela Comissão Organizadora:

Gen. Ex. RUY DE PAULA COUTO
Presidente do Conselho Consultivo da LDN
Conselheiro  da  FEPLAM
Radioamador - PY3RY